.....................................................................Escritor clandestino é quem navega neste mar literário
...................................................................................sem se preocupar com o itinerário.

.......................................................................................A.J. Cardiais

Indefinido Amor - A.J. Cardiais




O que fazer com este amor
que acendeu-me uma luz
e, ao mesmo tempo,
pregou-me na cruz?

Vivo abotoado de alegria
e disperso em meio à calmaria
que este amor conduz.

Esta falta de vento
não me leva a nada...
Sinto que é longa
a minha caminhada.

Mesmo sem horizontes,
sem estrelas para me guiar,
sem um destino certo a seguir,
eu tenho que ir...

Só ir... Seja como for.
Preciso viver a saga
ou a sina
deste indefinido amor.


A.J. Cardiais
imagem: google